sábado, 29 de março de 2008


"I'll love you right;
and I'll love you pure"

Yellowcard;


Sem promessas;
sem hora marcada;
mas no peito aquela certeza do retorno;


No peito também fica a saudade que começa a brotar logo assim que vais embora; tu chegas, a saudade se vai; tu vais, a saudade chega; torna-se ela minha mais fiel companheira quando sem você aqui, olho pras estrelas; e vejo teu rosto estampado nos meus pensamentos.
Fico bem. Prometo.

Mesmo que se passem dias e dias, a saudade vai entender porque eu sorrio mesmo sem motivos pra sorrir. Ela me entende quando aperto no peito a fotografia mal tirada. Quando falo sozinha lembrando conversas. Quando paro em meio a qualquer lugar e sinto o vento trazer de longe, teu cheiro pra me embriagar. Quando escuto músicas sem prestar atenção nas letras, só lembrando de você as recitando pra mim. E quando de manhã, me nego a acordar, e tento voltar ao sonho bom que tenho, e que guardo pra ti.
Guarde um sonho bom pra mim;
A felicidade e a saudade são tantas, que não consigo fazer uso de palavras cultas, nem formar rimas poéticas. É isso que fazes comigo. Me altera os nervos e me enerva os sentidos. Tudo ao mesmo tempo.



"Veja bem, meu bem;
Sinto te informar que arranjei alguém pra me confortar. Este alguém está quando você sai... E eu só posso crer, pois sem ter você nestes braços tais...
Veja bem, amor. Onde está você? Somos no papel, mas não no viver. Viajar sem mim, me deixar assim. Tive que arranjar alguém pra passar os dias ruins.
Enquanto isso, navegando vou sem paz. Sem ter um porto, quase morto, sem um cais.
E eu nunca vou te esquecer amor, mas a solidão deixa o coração neste leva e traz.
Veja bem além destes fatos vis.
Saiba, traições são bem mais sutis.
Se eu te troquei não foi por maldade.
Amor, veja bem, arranjei alguém
chamado saudade.
"




:)
s2
Foto: Pela autora.

2 comentários:

indie disse...

..passando por aqui, e mencionando que eu te adoro, e curto muito o yellowcard tbm & o violino ao fundo de seus hardcore's!

EvAn disse...

amo-te..